Venha plantar connosco nas margens do Paiva

floresta autoctone florestar portugal

No próximo dia 23 de Novembro a Associação SOS Rio Paiva vai celebrar o Dia da Floresta Autóctone, com uma caminhada que inclui a recolha de sementes e plantação de árvores nas margens do Rio Paiva. A iniciativa é gratuita, conta com a colaboraçao do ICNF-Instituto da Conservaçao da Natureza e Florestas,  e vai decorrer no concelho de Castelo de Paiva no lugar de Várzea, com concentração marcada junto à igreja às 9.30h.

O objectivo é contribuír para a conservação das galerias ripícolas do Rio Paiva e sensibilizar para a sua importância.

INSCRIÇÕES AQUI: www.riopaiva.org/inscricao_actividades

Espécies de sementes a recolher (respeitando plano sectorial do SIC Rede natura 2000- Rio Paiva):

Alnus glutinosa – Amieiro
Fraxinus excelsior – Freixo
Nota: os amieiros e os freixos compõem o habitat prioritário – florestas aluviais (91E0)
Quercus robur – Carvalho alvarinho
Quercus pyrenaica – Carvalho negral
Populus alba – Choupo branco
Fraxinus angustifolia – Freixo-das-folhas-estreitas
Ulmus minor – Negrilho ou ulmeiro
Castanea sativa – Castanheiro
Quercus suber – Sobreiro
Espécies de árvores a plantar:
Alnus glutinosa – Amieiro
Fraxinus excelsior – Freixo
Quercus robur – Carvalho alvarinho
Quercus suber – Sobreiro
Castanea sativa – Castanheiro
Esta iniciativa está incluída no projecto “Florestar Portugal” que no concelho de Castelo de Paiva tem a coordenação da Associação ADEP que durante a tarde do dia 23, a partir das 14 horas, promove uma iniciativa no Parque das Tílias onde será possível plantar árvores autóctones, recolher sementes, permutar árvores e aprender a fazer compostagem. Também será possível recolher bolotas e pinhões e semeá-los (em pacotes de leite, ou garrafas de plástico) e fazer um viveiro de plantas (para o ano estarão prontas a ser plantadas).

plantar autoctone rio paiva

 

Partilha este conteúdo nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.