Queremos o Rio mais limpo da Europa de volta!

Centenas de pessoas subscreveram uma carta aberta dirigida às Câmaras e Assembleias Municipais dos nove municípios do Vale do Paiva pedindo o fim das descargas poluentes no rio, nomeadamente aquelas que têm origem no mau funcionamento de Estações de Tratamento de Águas Residuais.
A carta apresenta as principais conclusões do evento “Rio Paiva-Tempo de reflexão” promovido recentemente em parceria entre a Associação SOS Rio Paiva e a empresa de desportos de aventura Clube do Paiva em Alvarenga (concelho de Arouca).
O documento, subscrito por cerca de 600 cidadãos, foi também enviado para a Administração da Região Hidrográfica do Norte que continua sem responder aos inúmeros apelos efectuados nos últimos anos para as ocorrências graves de poluição no Paiva que além de estarem a destruir o habitat de várias espécies de fauna e flora raras, constitui um gravíssimo atentado à saúde pública das populações por ser a água do Paiva utilizada na irrigação de campos agrícolas, fonte de abastecimento de água a milhares de pessoas, e espaço privilegiado de lazer e da prática de desportos de aventura como o rafting e a canoagem.

A Associação SOS Rio Paiva solicitou ainda reuniões com as Câmaras Municipais de Castelo de Paiva e Castro Daire para debater e analisar esta questão cuja resolução continua a ser para a Associação uma prioridade.

Em defesa do rio Paiva

Queremos o Rio mais limpo da Europa de volta!

Os participantes na sessão de esclarecimento – “Rio Paiva: Tempo de reflexão” – que decorreu no passado dia 30 de Julho de 2011 em Alvarenga, bem como os restantes cidadãos subscritores deste documento, vêm por este meio demonstrar a sua profunda preocupação em relação às descargas poluentes de que tem sido alvo o Rio Paiva, outrora conhecido pelas suas águas límpidas e puras, situação extremamente grave e que consideramos inadmissível.

O Paiva é um corredor ecológico de grande importância para uma série de espécies de fauna e flora com um valor patrimonial elevado, pelo que a poluição das suas águas com origem no mau funcionamento de algumas Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) e descargas ilegais, é inaceitável e deverá ser a preocupação principal de todos, nomeadamente das autarquias da região.

A poluição das águas do Paiva constitui um crime que lesa toda esta vasta região por ser este rio um importante valor natural reconhecido ao nível Europeu, e por isso um valioso recurso que importa preservar.

A progressiva degradação da qualidade da água do Paiva coloca ainda em risco a saúde pública das populações e toda a actividade económica local relacionada com o turismo e a prática de desportos de aventura.

Por tudo isto e pelo carinho que nutrimos por este curso de água, solicitamos a adopção demedidas urgentes e eficazes no sentido de eliminar os focos de poluição que estão nos últimos anos a contaminar o Rio Paiva e/ou os seus afluentes.

Queremos que o Rio Paiva volte a ser o Rio mais limpo da Europa!

Os signatários,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.