Projecto turístico nas margens do Paiva

ICNB Não tinha conhecimento do projecto da Câmara de Arouca

No passado dia 4 de Maio de 2010 o Presidente da Câmara de Arouca, questionado em reunião ordinária do executivo municipal por 3 elementos do SOS Rio Paiva sobre o projecto turístico nas margens do Rio Paiva previsto para a zona entre a Espiunca e a Ponte de Alvarenga (7 kms), informou este Movimento que o ICNB (Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade) estava a par da obra, “validou o projecto” e iria acompanhar a sua execução juntamente com técnicos da CCDR-N, acrescentando que o mesmo seria alvo de um Processo de Avaliação de Incidências Ambientais.

Entendeu este Movimento solicitar por escrito esclarecimentos ao ICNB sobre este assunto no dia 11 de Maio de 2010.

Surpreendentemente o ICNB informou o movimento SOS Rio Paiva que não tinha conhecimento do projecto e que o mesmo não se encontrava validado.

O pedido de parecer para o projecto turístico só deu entrada naquela entidade a 18 de Maio, segundo a informação do ICNB que acrescentou que aquelas obras terão que ser sujeitas a um parecer em conformidade com as leis e o “Plano Sectorial da Rede Natura”.

O “Plano Sectorial da Rede Natura” referente ao Rio Paiva refere entre os “Factores de ameaça” enumerados as “descidas de canoas/caiaques, rafting, etc.” No mesmo documento, na secção “Orientações de Gestão” define-se de particular relevância, entre outros, condicionar a expansão urbano-turística, as intervenções nas margens, construção de infra-estruturas e ordenar as actividades de recreio e lazer.

Por todos estes motivos, no dia 4 de Maio o movimento SOS Rio Paiva pediu à Câmara Municipal de Arouca que não avance com este projecto.

Na nossa opinião a prioridade dos autarcas e população local terá que ser a eliminação dos focos de poluição que continuam em 2010 a manchar o nosso rio, e a adopção de medidas de conservação do património natural que constitui o vale do Rio Paiva.

Notícias relacionadas:

Construção de infra-estruturas em 7 kms do Rio Paiva

Novos acessos ao Rio Paiva ?

Manifesto SOS Rio Paiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.