Praias fluviais ao abandono

20 de Agosto de 2004
JNEm Arouca há duas praias fluviais que, apesar de terem recebido milhares de euros de comparticipação pública, continuam a não contar com as necessárias estruturas de apoio. Inauguradas em Junho de 1997, pelo então secretário de Estado dos Recursos Naturais, Ricardo Magalhães, as praias do Areinho e Paradinha, nas freguesias de Canelas e Alvarenga, respectivamente, apenas funcionaram capazmente no primeiro ano.
Os acessos foram recentemente melhorados, mas não há nadadores-salvadores, não são feitas análises à água, nem é efectuada atempadamente a recolha de lixo. Até os pavilhões de apoio, que também foram alvo de recuperação, continuam fechados. O cenário nestas praias chega a ser degradante.

Na Paradinha, por exemplo, os sacos do lixo amontoam-se junto a um das entradas do barracão pré-fabricado. As casas de banho, no interior do pré-fabricado, estão encerradas.
A situação só não é mais preocupante porque a Associação dos Amigos da Paradinha (AAP), constituída por proprietários das habitações da aldeia, vai fazendo parte do trabalho que, supostamente, cabe à autarquia, apanhando algum do lixo que é deixado junto à margem do rio e terrenos circundantes, e promovendo a melhoria dos acessos e espaços envolventes.
Ainda recentemente, a AAP criou um espaço para estacionamento e uma zona de merendas depois de, ao que afirma, ver negado pela autarquia um pedido de colaboração na edificação destas e outras estruturas.
Apesar dos problemas, as praias continuam a ser frequentadas por diversas pessoas, incluindo muitas crianças.
O rio Paiva, outrora considerado um dos menos poluídos da Europa, apresenta sinais evidentes de poluição. Há cerca de dois anos, as águas cristalinas deram lugar a um esverdeado escuro que, por vezes, tem um cheiro nauseabundo.
A autarquia promoveu um novo concurso para a concessão da exploração das duas praias. Um ano depois, os resultados da adjudicação a uma empresa de desportos radicais, a Luso Raffting, ainda não são visíveis.
O JN tentou esclarecimentos junto da Câmara Municipal, mas o presidente encontra-se ausente em férias.
rio paiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.