Menos 11 kg de lixo nas margens do Paiva

Equipa de Planeamento, Controlo e Gestão da SONAE Fashion foi conhecer os problemas que enfrenta o Rio Paiva e colaborar de forma ativa na sua preservação, recolhendo vários quilos de lixo deixado pelos turistas.

Parte dos resíduos recolhidos na Espiunca (Arouca)

No passado dia 19 de setembro, a associação S.O.S. Rio Paiva em parceria com uma equipa de 25 elementos da SONAE Fashion, recolheram cerca de 11 kg de resíduos nas margens do Rio Paiva, na praia da Espiunca (Arouca).

A iniciativa conjunta teve como objetivo sensibilizar para o problema do lixo nas linhas de água e a importância do fomento de questões relacionadas com a sustentabilidade e combate às alterações climáticas no meio empresarial.

Os voluntários, puderam tomar contato com alguns dos problemas e ameaças que enfrenta o Rio Paiva, nomeadamente, a poluição, os incêndios florestais e o aparecimento de espécies exóticas e invasoras.

Durante cerca de 2 horas, foi possível recolher um grande número de resíduos, num pequeno troço do rio, desde embalagens plásticas, garrafas de vidro, latas, restos de roupa, redes, calçado, beatas de cigarro e todo o tipo de resíduos deixados pelos turistas que visitam o local.

O resultado surpreendente foram cerca de 11 kg de resíduos, devidamente separados e depositados no ecoponto.

O lixo acumulado nas margens dos rios são um grave problema. No caso do rio Paiva, os resíduos são arrastados pelas correntes de Inverno, ficando espalhados pelo vale e acabando no oceano.

Durante a tarde houve ainda tempo para um breve passeio nos passadiços do Paiva, onde os visitantes puderam apreciar o magnífico vale do Paiva e tomar contato com alguns problemas que o rio enfrenta. Foi possível verificar o trabalho que está a ser desenvolvido pelo município de Arouca, no sentido de erradicar as mimosas que se ocuparam de parte das margens e o esforço necessário para restituir a galeria ripícola de um dos mais bem conservados rios da Europa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.