ICNB chumbou construções na praia natural do Lodeiro (Castro Daire)

A Câmara de Castro Daire anunciou recentemente a abertura de concurso público para as obras de construção de "Insfraestruturas de apoio à prática de desporto e aventura no Rio Paiva."
 
Ao tomar conhecimento deste projecto a Associação SOS Rio Paiva contactou a Câmara de Castro Daire demonstrando preocupação com a intervenção prevista em área protegida, bem como com a poluição do rio que poderia tornar inúteis estas novas zonas de lazer, defendendo como prioridade a "eliminação imediata e urgente dos focos de poluição".
 
O SOS Rio Paiva perguntou "Qual o objectivo desta obra, que tipo de desportos irá servir e quando está previsto o início dos trabalhos de demolição e movimentação de terras bem como das de infra-­ estruturas, conforme especificado no anuncio de procedimento no 5991/ publicado no Diário da República de 31 de Dezembro de 2010?"
 
A Câmara de Castro Daire garantiu, em ofício assinado pelo Presidente da Câmara, que o projecto estava aprovado pelo ICNB (Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade) e que as obras teriam início logo que estivessem aprovadas no "Mais Centro" e "haja contrato de financiamento". Nada foi adiantado em relação aos pormenores do projecto nem ao objectivo do mesmo.
 
Praia natural do Lodeiro (Rio Paiva) – Castro Daire
 
O SOS Rio Paiva solicitou ainda esclarecimentos ao ICNB que surpreendentemente nos informou agora que o pedido da Câmara de Castro Daire para a construção de "Insfraestruturas de apoio à prática de desporto e aventura no Rio Paiva" obteve parecer desfavorável.

 

Segundo conseguimos entretanto apurar o projecto previa a construção de um ancoradouro, um campo de jogo de areia, um parque infantil, bar de apoio, balneários, chapinheiro e melhoramento das acessibilidades às margens do rio, bem como a construção de um pequeno parque de estacionamento.

  3 comments for “ICNB chumbou construções na praia natural do Lodeiro (Castro Daire)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.