Voluntários retiraram cerca de 300kg de lixo do Rio Paiva

A campanha “Vamos Limpar o Rio Paiva” que decorreu no passado dia 9 de Setembro em três municípios (Castelo de Paiva, Arouca e Castro Daire), resultou na recolha de cerca de 300kg de resíduos das margens do rio Paiva por algumas dezenas de voluntários com a ajuda de militares do SEPNA (Serviço de Protecção da Natureza da GNR) e o apoio de funcionários das Câmaras Municipais dos três concelhos que disponibilizaram veículos para a remoção do lixo.

As acções de recolha de lixo promovidas pela S.O.S. Rio Paiva decorreram nas praias de Espiunca (Arouca), Várzea e Retorta (Castelo de Paiva) e Folgosa (Castro Daire), e consistiram na recolha de resíduos deixados pelos frequentadores do rio. Além de evitar a contaminação dos solos e da água, evitou-se que o lixo deixado nas margens do rio fosse arrastado pelas correntes após as primeiras chuvas. Outro dos objectivos desta campanha é a sensibilizando a população para a importância de não deixar resíduos espalhados nas margens do rio.

Participaram voluntários de todas as idades, incluindo algumas crianças, numa jornada de convívio que decorreu das 10 da manhã até às 19 horas de sábado. Recolheram-se embalagens, sacos plásticos, calçado, fraldas, garrafas de vidro, e diversos resíduos deixados por campistas. Apesar do apoio logístico concedido para a iniciativa, nenhuma das Câmaras Municipais se fez representar no evento. A S.O.S. Rio Paiva aproveitou a oportunidade para distinguir o trabalho do SEPNA na defesa e preservação do Rio Paiva com a atribuição de uma placa e diploma de reconhecimento.

Na praia da Folgosa os militares do SEPNA utilizaram um kayak para remover plásticos e embalagens em locais de difícil acesso ou que se encontravam a flutuar na água. Na Espiunca (Arouca) foram detectadas algumas situações de poluição junto à entrada dos Passadiços do Paiva, que foram devidamente encaminhadas para as autoridades competentes.

Actualmente o Rio Paiva enfrenta graves problemas de poluição que levaram à interdição das praias fluviais em Arouca e Castelo de Paiva durante a época balnear de 2017 devido à presença de salmonela. A S.O.S. Rio Paiva tem vindo a documentar e denunciar descargas esporádicas efectuadas pelas Estações de Tratamento de Águas Residuais de Castro Daire e Vila Nova de Paiva, existindo ainda outras descargas efectuadas no leito do Rio Paiva ou nos seus afluentes cuja origem é difícil de identificar.
Neste momento, já se encontra em construção a nova ETAR da vila de Castro Daire que deverá minimizar os problemas de poluição deste rio que já foi considerado “o mais limpo da Europa”.
A campanha “Vamos Limpar o Rio Paiva” voltará a realizar-se no final da época balnear de 2018.

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *