S.O.S. Rio Paiva pede esclarecimentos à Câmara de Castelo de Paiva sobre descargas em Várzea

Aviso colocado no lugar de Várzea (Rio Paiva) em 2007

A Associação S.O.S. Rio Paiva foi hoje alertada para a ocorrência de descargas poluentes no lugar de Várzea, concelho de Castelo de Paiva, num afluente do Rio Paiva. As descargas terão ocorrido durante o dia de ontem a escassos metros do Rio Paiva sem que se conheçam os autores do crime. Perante estes factos, a S.O.S. Rio Paiva está a tentar obter mais informações e solicitou hoje esclarecimentos à autarquia paivense. Num ofício dirigido ao Presidente da Câmara, a Associação pergunta se a autarquia tem conhecimento destas descargas e quais as diligências efectuadas para apurar os factos denunciados e o(s) autor(es) dos crimes. A S.O.S. questiona ainda a Câmara se têm sido efectuadas análises à qualidade da água naquele local e quais os resultados. Por último, foram solicitados esclarecimentos sobre o tratamento e destino das águas residuais provenientes do empreendimento turístico existente no local.
Nos últimos anos a S.O.S. Rio Paiva tem recebido bastantes denúncias sobre a ocorrência de descargas poluentes no ribeiro de Várzea (afluente do Paiva), que serão efectuadas durante a madrugada sem que se tenha conseguido, até ao momento, detectar a origem das descargas e apanhar os autores dos crimes em flagrante delito. O local é bastante procurado na época balnear, apesar da qualidade da água apresentar vários problemas. Na últimas décadas a autarquia chegou a colocar avisos no local desaconselhando a prática balnear, mas nunca foi identificada a origem dos focos de poluição.
A S.O.S. Rio Paiva solicita a todos os cidadãos que nos enviem informações que possam contribuir para o esclarecimento e denúncia dos autores das descargas poluentes.

Artigos relacionados:

  1 comment for “S.O.S. Rio Paiva pede esclarecimentos à Câmara de Castelo de Paiva sobre descargas em Várzea

  1. Álvaro Monteiro
    16 Julho, 2017 at 13:04

    Exmos. Senhores

    Boa tarde.
    Partilho para o caso de ser útil.
    Ontem, fui conhecer os passadiços do Paiva. É uma obra fenomenal, muito bem enquadrada e inserida nas escarpas das montanhas. No entanto, fiquei bastante incomodado com o aspeto do rio Paiva, que não puxava nada para banhos, para além de termos sido informados que a água não está em condições para tal (apesar disso, muita gente na água, sem qualquer intervenção das autoridades, dado que se presumo que é uma questão de saúde pública).
    O Rio Paiva apresentava-se bastante turvo, sem aquele aspeto cristalino que se estava à espera. Os atentados ambientais, com descargas de esgotos já chegaram também a este curso de água? Valerá a pena, em prol do benefício de alguns agentes económicos, destruir uma pérola da natureza? Porque os passadiços com o rio naquele estado vão perder o seu encanto. Se existem descargas, é necessária uma intervenção urgente das autoridades para eliminar as mesmas, sejam de águas tratadas ou não tratadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *