Planear o Rio Paiva com sabedoria e coração

estagios sos rio paiva

Tiago Vasconcelos (Licenciatura em Engenharia Civil pela FEUP) e Inês Luis (Mestrado em Arquitetura Paisagista pela FCUP)

A Associação S.O.S. Rio Paiva, através do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) e em parceria com um proprietário privado, está a realizar dois estágios emprego na área da conservação da natureza e ordenamento do território. Com a realização destes estágios a Associação proporciona uma oportunidade de transição e inserção profissional a dois paivenses, durante 12 meses, permitindo aprendizagem e prática em contexto real, melhorando assim o seu perfil de empregabilidade, de forma a preparar a sua entrada no mercado de trabalho.

Tiago Vasconcelos (Licenciado em Engenharia Civil pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto – FEUP) e Inês Luis (Mestrado em Arquitetura Paisagista pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto – FCUP) são dois jovens apaixonados pelo Rio Paiva, com conhecimentos e consciência ambiental, seleccionados para desenvolver dois “Estágios Emprego” direccionados para a valorização e preservação das margens do Paiva, contribuindo igualmente para o desenvolvimento socio-económico a nível local e regional.

O Projecto

A área de intervenção do trabalho realizado localiza-se em Várzea, Bairros, Castelo de Paiva, em zona classificada da Rede Natura 2000. O local é caracterizado por ser um dos pontos do rio mais acessíveis no concelho de Castelo de Paiva, muito frequentado em época balnear, e em parte humanizado por algumas habitações e actividade agrícola. No seguimento de vários contactos estabelecidos entre a Associação S.O.S. Rio Paiva e o Engenheiro Manuel Carvalho, proprietário de terrenos nas margens do Rio Paiva em Várzea, foi estabelecida uma parceria para o desenvolvimento de soluções sustentáveis em prol da recuperação, dinamização e preservação do local, nomeadamente através da elaboração de um Plano de Ordenamento que inclui reflorestação e infraestruturas de baixo impacto.

Dadas as particularidades do Projecto e o âmbito da Associação, a S.O.S. Rio Paiva encarregou-se de se debruçar com maior ênfase nas áreas de domínio público, ou de cariz mais ambiental, como acessos e estradas, margens e galeria ripícola, florestas, zonas de lazer de acesso público, e alguns pontos de interesse do ponto de vista da conservação e da biodiversidade.

Objectivos

Com este Projecto pretende-se melhorar a paisagem florestal das margens, com o controlo de espécies infestantes e a reintrodução de espécies autóctones; o desenvolvimento de parcerias entre a Associação, os proprietários e as entidades públicas; contribuir para a coexistência sustentável entre a actividade turística e a conservação ambiental.

Todo este percurso tem permitido o estabelecimento de uma base de trabalho que cria condições para a materialização efectiva e real de alguns dos objectivos e desígnios da Associação, o que muito nos apraz e nos deixa gratos ao proprietário pela oportunidade concedida. O trabalho tem decorrido dentro da normalidade, com as alegrias e vicissitudes próprias de um desafio deste género, onde as relações se têm revelado importantes, com abertura tanto da parte da S.O.S. Rio Paiva como do proprietário, em chegar a soluções que possam servir os interesses comuns.

Espera-se que, após a conclusão dos estágios, se possa continuar a aprofundar e reforçar a parceria entre a Associação, o proprietário e as entidades públicas com jurisdição na área.

Fotos: Tiago Vasconcelos e Inês Luis

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *