Fauna e Flora

O Rio Paiva apresenta uma elevada diversidade de espécies, habitats e ecossistemas, alguns dos quais considerados prioritários a nível europeu.

O SIC Rio Paiva exibe em quase toda a sua extensão uma vegetação ripícola relativamente bem conservada, com bosques de amieiros (Alnus glutinosa) e freixos (Fraxinus excelsior) formando galeria, frequentemente ladeada por carvalhais de carvalho-alvarinho (Quercus robur) fragmentários. A diversidade florística é considerável e assinala-se a ocorrência de Narcissus bulbocodium, Narcissus triandrus, Ruscus aculeatus e Anarrhinum longipedicellatum (endemismo lusitano) – espécies com medidas de protecção a nível europeu.

O SIC Rio Paiva apresenta uma fauna muito rica e variada e destaca-se a presença de espécies com medidas de protecção e conservação a nível europeu como a toupeira-de-água (Galemys pyrenaicus), a lontra (Lutra lutra), o lagarto-de-água (Lacerta schreiberi), a salamandra-lusitânica (Chioglossa lusitânica), a rã-ibérica (Rana iberica) e o tritão-marmorado (Triturus marmoratus). Merecem ainda destaque a presença de algumas espécies piscícolas endémicas, como a boga (Chondrostoma polylepis), e a ocorrência de uma das raras populações de mexilhão-do-rio (Margaritifera margaritifera).

Estão também presentes mamíferos como a raposa (Vulpes vulpes), o ouriço-cacheiro (Erinaceus europaeus), o javali (Sus scrofa) e o coelho-bravo (Oryctolagus cuniculus). No caso do lobo (Canis lupus), constitui uma importante zona de passagem entre as Serras de Montemuro, Freita/Arada e Lapa/Leomil.

No Sítio Rio Paiva estão presentes habitats naturais e seminaturais constantes do anexo B-I do DL n.º 49/2005 (decreto que transpõe as Directivas Aves e Habitats para a legislação nacional), dos quais alguns são habitats prioritários.

Ricardo Pinto (Biólogo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *